• Luan Bernardi

Conhecendo o Ensaio de Tração

A Liga Consultoria, realiza ensaios mecânicos em metais com o objetivo de conhecer propriedades de dureza, ductilidade, resistência à tração ou ao impacto. Tais propriedades são alguns exemplos de resultados obtidos a partir de amostras ensaiadas para se conhecer o material trabalhado, seja ele um material já conhecido e utilizado, ou um novo material a ser desenvolvido que está em período de testes. Dentre esses ensaios mecânicos, o ensaio de tração consiste em submeter um material a um esforço axial que tende a alongá-lo até o rompimento, permitindo conhecer a carga que o material suporta antes de se romper, assim como suas regiões de deformação plástica e elástica.


A partir do ensaio de tração se obtém o diagrama tensão - deformação:





Os valores de deformação são representados pela letra grega (ε - epsílon) e de tensão pela letra (T). O módulo de elasticidade mede a rigidez do material. Quanto maior for o módulo, menor será a deformação elástica resultante da aplicação de uma tensão e mais rígido será o material. Terminada a fase elástica, tem início a fase plástica, na qual ocorre uma deformação permanente no material, mesmo que se retire a força de tração. No início da fase plástica ocorre um fenômeno chamado escoamento que caracteriza-se por uma deformação permanente do material sem que haja aumento de carga, mas com aumento da velocidade de deformação.


Após o escoamento ocorre o encruamento, que é um endurecimento causado pela quebra dos grãos que compõem o material quando deformados a frio. Nessa fase, a tensão recomeça a subir, até atingir um valor máximo num ponto chamado de limite de resistência e para calcular o valor do limite de resistência (LR), basta aplicar a fórmula: LR = Fmax / So, continuando a tração, chega-se à ruptura do material, que ocorre num ponto chamado limite de ruptura.


Para realizar o ensaio de tração são necessários instrumentos de medição, como paquímetro, para encontrar e/ou garantir as dimensões das amostras. Caso as amostras a serem ensaiadas não estejam dentro do padrão requerido, deve-se realizar usinagem para a preparação dos corpos de prova, segundo as normas ABNT NBR ISO 6892, ISO/R 377 ou NBR 6152. Em seguida realizam-se os ensaios de tração para obter os valores de: Resistência à Tração, Tensão de Ruptura, Módulo de Elasticidade, Tensão de Escoamento e Deformação Específica no Escoamento. O ensaio de tração é um dos serviços presentes no catálogo da Liga Consultoria e se mostra eficaz quando se deseja conhecer as propriedades de tração dos aços.