• Cleriston Silva

A importância de uma boa gestão de resíduos

No panorama atual da sociedade evidencia-se a constante busca por práticas mais sustentáveis, já que com o crescimento da população cada vez mais recursos são necessários para manter os hábitos de vida dos seres humanos e outros seres vivos que habitam o planeta. Tais práticas, são essenciais para garantir que haverá recursos para as próximas gerações.


Nesse ínterim, para elencar a sustentabilidade com o desenvolvimento constante e desenfreado da sociedade a Organização das Nações Unidas (ONU) criou os ODS, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, sendo eles:


  1. Erradicar a pobreza;

  2. Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhorar a nutrição e promover a agricultura sustentável;

  3. Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos;

  4. Assegurar a educação e promover oportunidades de aprendizagem;

  5. Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas;

  6. Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos;

  7. Assegurar o acesso à energia para todos;

  8. Promover o crescimento econômico e trabalho decente para todos;

  9. Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização e fomentar a inovação;

  10. Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles;

  11. Tornar as cidades seguras, resilientes e sustentáveis;

  12. Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis;

  13. Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos;

  14. Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos

  15. Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres;

  16. Promover sociedades pacíficas;

  17. Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.


No entanto, segundo o Panorama De Resíduos Sólidos do Brasil 2020, em 2019 foram gerados quase 80 milhões de toneladas de resíduos sólidos no país, e destes, apenas 59% tiveram destinação adequada. Além disso, neste mesmo ano pudemos ver na prática o impacto ambiental causado pela não adoção de práticas sustentáveis.


Tendo conhecimento dos fatos supracitados, introduz-se o conceito de gestão de resíduos sólidos como as medidas tomadas para administrar a destinação, o transporte, o descarte e o armazenamento dos resíduos. Com esta prática é possível diminuir a perda de matéria prima no processo de produção, reutilizar o máximo possível dos rejeitos, e descartar o excedente da melhor forma, contribuindo assim, para maior geração de lucro na empresa, na consolidação dos ODS em destaque acima, e ainda na construção de uma sociedade cada vez mais sintonizada com o meio ambiente.